Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PEDRÓGÃO GRANDE

por Ssssstress, em 19.06.17

É um local sossegado habitado por gente sossegada. É um local apreciado por quem por lá passa, nacionais e/ou estrangeiros (estes até demonstram maior prazer em lá passar alguns dias). O mesmo acontece com as redondezas: Figueiró do Vinhos e Castanheira de Pera, Sertã e, mais a sul, Góis, Lousã e Arganil.

Um raio acabou com este sossego, transformando esta região (que ciclicamente é criminosamente queimada, dizem que por interesses privados), num inferno. Eu nunca estive no inferno mas também tal não será necessário pois as imagens que me entraram casa adentro (por todas as estações televisivas), mostraram-me muito mais do que eu precisava para deduzir do que é um inferno. A cada imagem, a cada notícia, em todos os comentários é-me difícil conter a emoção, uma ou outra lágrima, de revolta, de impotência, de constrangimento, pelos factos revelados.

Desta vez foi um raio (e não um qualquer depravado amante de fogos) que originou tamanha tragédia. Valha-nos isso! Não sendo humana a culpa não pode ser humana a condenação. Foi a natureza, dizem os entendidos nestas coisas. Sendo que a natureza tem as costas largas, então condenamo-la? Não!!! A natureza não é sádica nem vingativa. Ela dá-nos o que tem, esperando que façamos disso o melhor uso que pudermos e soubermos, sem outros interesses que não sejam o nosso bem estar. A especulação e a ganância, (entre outros), não fazem parte dos seus objectivos. Dos dela, a natureza obviamente.

Quando, logo após os trágicos acontecimentos aparecem políticos de todos os quadrantes, de expressões constrangidas, manifestando-se pesarosos e, ao mesmo tempo, solidários com o sofrimento dos que sentiram na pele o desespero e o terror porque passaram, tenho vontade de lhe gritar (aos políticos, evidentemente) todo o meu vernáculo aprendido nas mais baixas classes polpulares, de Alfama, Mouraria e Madragoa, Alcântara, Xabregas e Poço Bispo.

Importa confrontá-los, aos políticos das últimas 10 assembleias e seus governos, o que legislaram sobre as florestas, que meios proporcionaram aos bombeiros (sempre os primeiros a serem chamados, sejam eles voluntários ou profissionais/sapadores), que carros e máquinas adquiriram para que esses bombeiros tenham capacidade para combater os fogos (de todos os tipos), sem esquecer o contigente de meios humanos que são previsivelmente necessários para o sucesso duma operação, seja de que tipo for.

Importa confrontá-los, a todos os políticos de todas as legislativas, o que de facto lhes interessou no que respeita à floresta. Ou à pesca. Ou à educação.

Ou, simplificando, no que de facto estiveram interessados!

Por uma vez gostaria de obter uma resposta sincera, dos que vivem da política e tiverem tomates para o dizer!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:05


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930




Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D